Direcção do Meio-ambiente e Saúde Ambiental

Foco: promoção do saneamento do meio-ambiente, gestão de resíduos sólidos, reciclagem de materiais descartáveis

Em Moçambique, são comuns os problemas ambientais que impactam na saúde pública. A malária, a cólera e as diarreias são os principais problemas de saúde pública. O saneamento do meio e a gestão dos resíduos sólidos ainda são muito fracos. Por outro lado, os eventos extremos do clima tais como as secas, cheias e ciclones tornaram-se mais frequentes, intensos e devastadores. As secas e estiagem estão ligadas à insegurança alimentar e desnutrição. As cheias e ciclones provocam doenças, destroem infraestruturas e causam trauma.

A Kenguelekezé promove:

  • Mensagens consistentes e claros sobre o meio-ambiente, saúde ambiental, diarreias, cólera, malária e eventos extremos do clima;
  • Campanhas de saneamento do meio e promoção de higiene colectiva;
  • Produção e plantio de árvores de ornamentação e fruteiras;
  • Re-aproveitamento de plástico, vidros e borracha.