Direcção dos Direitos Humanos, Género e Populações-chave

Foco: promoção, defesa e combate aos abusos dos direitos humanos
No contexto moçambicano, os abusos aos direitos humanos fundamentais e inerentes à saúde podem ser resumidos as seguintes situações: a perseguição que as pessoas com albinismo sofrem, os casamentos prematuros, violência física e sexual, os ritos de iniciação, o estigma e discriminação perante condições de doença (HIV/SIDA, Tuberculose, fístula obstétrica, entre outras), a falta de acesso à informação informante a decisões.

A Kenguelekezé está empenhada em:

  • Capacitar as comunidades sobre leis que protegem as crianças e PVHIV, lei sobre violências domésticas e da família;
  • Capacitar mídia, os líderes comunitários e religiosos em matérias de direitos humanos;
  •  Capacitar os adolescentes e jovens em matéria de direitos SSR nos locais de concentração juvenil (escolas, acampamentos juvenis, campos de futebol e locais de realização de ritos de iniciação)
  • Realizar palestras de sensibilização aos reclusos e aos funcionários nas cadeias e nos centros penitenciários em matérias de direitos humanos e divulgação das leis 19/2014, 4/2007, lei da família, etc.